Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

Edificio BIP by Alberto Mozó

 

O edificio BIP foi desenhado pelo arquitecto Alberto Mozó situa-se em Santiago do Chile.

Esta estrutura pode ser desmantelada e reconstruida noutro local, se isso for necessário.

 

O texto seguinte é do próprio arquitecto Alberto Mozó:

 

BIP Computer’s office building rises between two old houses, renovated as part a development that occupies a site which allows a construction of a 12 floor building. This municipal regulation determines a high value of the ground and at the same time, depreciates the value of any construction which does not have that height.

 

With these premises and with a sense of giving an economic value to a new building of just three floors, it was chosen to build an innovative laminated wooden structure, which by defect can be dismounted in case of a future real estate sale, avoiding a contrary demolition.

The laminated wood offers the unavoidable operation of disarming and opens the possibility of re-construction again at another site or location. The design of this tries to potentiate this new condition and put in value sustainable architecture and town planning - something which I personally call “transitivity”.

 

(...)

 

Finally it is important to mention that the utilized wood is an incentive for reforestation, since it belongs to the type of wood of a renewable forest, and it is the construction material which produces less carbon emissions for the consideration of our climate changes.

 

 

 

 

 


Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

Museu do Chocolate

 

 

O arquitecto mexicano Michel Rojkind desenhou para a Néstle um edificio papirofléxico para albergar o Museu do Chocolate. As formas angulares que se apreciam por fora produzem no interior um percurso cheio de requebras e planos singulares, provavelmente o menos possível parecido com a imagem que resulta da fantasia de qualquer criança.

Situado em Toluca, México, destava-se pela sua cor vermelha, um recurso já utilizado por Rojkind noutros projectos anteriores como a Casa PR34. A sua forma de túnel engole e conduz os visitantes por um percurso que mostra as áreas de produção da fábrica. O seu interior, de cor branca e sofás em forma de bombom de chocolate, também alberga um teatro e um loja.

 


Quinta-feira, 1 de Maio de 2008

UM FESTIVAL PINA BAUSCH



:: 2 | 9 Maio

Porquê um Festival Pina Bausch em Lisboa em 2008? Sobretudo porque estamos a falar de Pina Bausch, uma das grandes referências da dança dos sécs. XX e XXI. E esta é razão mais que suficiente para justificar este Festival. De 2 a 9 de Maio, no CCB e no S. Luiz, são várias as iniciativas à volta do trabalho da coreógrafa alemã: conversas, filmes e, claro, a apresentação de alguns desses trabalhos. Das obras que nascem de residências em cidades, oportunidade para ver Masurca Fogo, inspirada em Lisboa, e Nefés, que resulta de um Verão passado em Istambul. Em contraste com estas peças mais luminosas e celebrativas, o ambiente noir de Café Müller, uma peça muito física, brutal e visceral, onde Bausch participa como intérprete. A não perder.


:: CCB, Praça do Império | Teatro são Luiz

:: Preços
CCB : 10€ a 40€
SÃO LUIZ : 15€ a 30€
ENTRADA LIVRE para os filmes e conversas no Teatro São Luiz

:: Bilhetes à venda
CCB Tel. 213 612 444 | www.ccb.pt
São Luiz Tel. 213 257 650 www.ticketline.pt
FNAC | Bliss | Worten| Bulhosa Livreiros | Agência Alvalade



PINA BAUSCH

Nasceu em 1940 em Solingen, Alemanha. Em 1955 iniciou os estudos de dança na
Folkwang School de Essen, obtendo o diploma em 1958. Entretanto, ganha uma bolsa
para prosseguir os estudos em Nova Iorque, cidade onde reside durante três anos.
Em 1962 regressa à Alemanha e integra a companhia que o bailarino e coreógrafo Kurt
Jooss fundara entretanto, a Folkwang-Ballett, e da qual veio a ser, entre 1969 e 1972,
coreógrafa e directora artística, para além de bailarina. Em 1973 é convidada para dirigir o Tanztheater Wuppertal, cargo que ocupa até hoje. Enquanto directora e coreógrafa do
Tanztheater Wuppertal cria um grande número de espectáculos que se notabilizaram em
todo o mundo, como A Sagração da Primavera (1975), Cafe Muller (1978), Nelken –
Cravos (1982), Masurca Fogo (1998), Água (2001), Fur die Kinder von Gestern, Heute und Morgen – Para as Crianças de Ontem, Hoje e Amanhã (2002), entre outros.


tags:

"Les Chefs"

Ver na Despensa

 

Hoje Temos

PETER ZUMTHOR - Edifícios...

O homem LEGO faz 30 aninh...

Um gnomo chamado Murphy

GINA.... o futuro

Edificio BIP by Alberto M...

Museu do Chocolate

UM FESTIVAL PINA BAUSCH

Chegou a MONSTRA!!!!

Nokia Morph Concept

The Fall of Frances Stark

Receitas Antigas

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Links Consumíveis

tags

todas as tags

Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


blogs SAPO