Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Dali + Dante + Évora

:: 17 JAN | 4 MAI


As gravuras criadas por Salvador Dali nos anos 50 para ilustrar a "Divina Comédia", o poema épico de Dante Alighieri, vão estar expostas em Évora na Fundação Eugénio de Almeida.




O Fórum Eugénio de Almeida, em pleno centro histórico da cidade alentejana, recebe a estreia em Portugal da exposição "Dali, o Divino Ilustrador", vai estar patente até 04 de Maio.

A mostra, segundo o seu comissário, Stefano Cecchetto, reúne 33 trípticos do mestre catalão, uma das mais emblemáticas figuras do surrealismo.


Muitas das fontes de inspiração determinantes do percurso artístico de Dali, destaca também a Fundação Eugénio de Almeida (FEA), estão presentes nestas xilografias.

"Esta série representa uma súmula da arte de Dali e agrupa em si vários aspectos da sua demanda estilística", sublinha o comissário da exposição.

Nas gravuras, precisa Stefano Cecchetto, o mestre espanhol vai desde a "estética do mole à curiosidade em relação aos mitos clássicos, do interesse pela construção miguelangelesca das figuras até ao gosto pela incisão circular que lhes dá a forma dinâmica".

"No uso das cores, encontramo-nos aqui perante uma verdadeira antologia das técnicas e dos estilos do grande mestre catalão, a começar pelo traço frágil e veloz até ao uso plástico da cor", destaca.

As ilustrações de Dali foram criadas na década de 50, a pedido do Governo Italiano, por altura da celebração do 700º aniversário do nascimento do escritor Dante Alighieri.

Do encontro de Salvador Dali com um dos clássicos da literatura mundial, anteriormente ilustrado por nomes como Botticelli, Blake, Bocklin e Doré e retomado depois por ilustradores contemporâneos como Milton Glaser, Moebius e Lorenzo Mattotti, resultou "uma obra de grande poder visual e transbordante fantasia".


Salvador Dali à semelhança de Dante Alighieri, foi influenciado pela dualidade entre o bem e o mal, o inferno e a divindade, fazendo estas referências parte das suas obras mais simbólicas.

Na altura em que criou estas xilografias, acrescenta a organização, o artista "entrara num novo fervor religioso", período a que chamou de "Manifesto Místico".

"Este projecto de ilustração para a `Divina Comédia` teve a concordância do próprio Papa que, numa visita do pintor ao Vaticano, o incentivou a prosseguir", recorda ainda a FEA.

Com esta iniciativa, a FEA diz abraçar, "mais uma vez, a promoção e a divulgação da arte moderna e contemporânea", ao abrigo da sua estratégia "claramente orientada para o acesso alargado à cultura, para a descentralização e para a sensibilização e formação de novos públicos".


© 2008 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

Luís Marrafa + Worshop de Dança

"INICIAÇÃO À DANÇA" :: 11 a 15 de Fev



Worshop destinado a Jovens a partir do 14 anos com pouca ou nenhuma experiência em dança. Tem como objectivos a iniciação ao movimento, exploração do movimento e improvisação, trabalho de grupo, criação de uma frase de movimento, trabalho em progresso.

:: Formador Luís Marrafa
Nasceu em Schüttorf, (Alemanha), onde permaneceu 9 anos, foi para Évora (Portugal) e iniciou dança Jazz aos 11anos no Inatel. Em 1995 entrou em formação na companhia de dança de Évora dirigida pela directora artística Nélia Pinheiro, onde permaneceu pouco tempo, seguindo os estudos na área das artes plásticas. Em 2002 voltou em formação à companhia de dança de Évora e durante a mesma também teve aulas com a professora Pia Kraemer no Espaço do Tempo em Montemor-o-Novo. Em 2003 ingressou na Escola Superior de Dança em Lisboa. Frequentou vários workshops salientando os professores Carlos Caldas, António Carallo, Suzanne Linke, Pieter M. Dietz, Amélia Bentes, Annabelle Bonnéry, Petra Dimitry, Jean Paul Bucchieri, Pascale Mosselmans, Teresa Ranieri, Francisco Pedro, Victor Garcia, Ludger Lamers, Karine Ponties, Guillermo Weickert, Sasha Waltz.
Em 2007 finalizou Escola Superior de Dança em Lisboa.

:: Inscrição  25 euros | 20 euros - para estudantes
   R. do Eborim nº. 16, Ex-Celeiros da Epac, 7000-659 Évora  - Pé de Xumbo

:: Número limite 16 pessoas - máximo

:: Apoios Associação Pé de Xumbo e Câmara Municipal de Évora.




tags:

Sábado, 12 de Janeiro de 2008

MUSEUS DO SÉCULO XXI

:: 8 Dezembro  '07 | 3 Fevereiro '08    


Shigeru Ban/ Jean de Gastines, Centre Pompidou Metz, Metz, Lothringen, França, 2006-2008 (imagem 3D, vista geral, 2005) © CA2M, Shigeru Ban Architects Europe com Jean de Gastines Architect, Artefactory


Nos últimos anos, por todo o mundo têm sido construídos numerosos museus ou tem-se procedido a renovações ou expansões de outros. As tentativas de muitas instituições de integrarem a arquitectura contemporânea no programa dos seus museus coloca mais uma vez a questão sobre a forma e a função de um museu e, simultaneamente, a discussão sobre as relações entre a arquitectura (o espaço) e a arte (a exposição).
Em 2000 Suzanne Greub, directora do Art Centre Basel organizou a exposição Museus para um Novo Milénio, que até 2005 foi apresentada em 17 museus ou centros culturais por todo o mundo (incluindo o CCB, em Lisboa).
A presente exposição vem no seguimento da anterior e apresenta 27 dos mais interessantes e seminais projectos de edifícios museológicos desenhados, acabados ou em construção, entre os anos 2000 e 2014. São projectos muito diversos que revelam diferentes pontos de vista sobre o conceito de museu, o seu papel na sociedade contemporânea e as suas traduções arquitectónicas.
Os projectos são apresentados através de modelos cuidadosamente escolhidos, fotografias, simulações por computador, plantas, desenhos, animações em DVD e vídeos. O Art Centre Basel concebeu cada uma destas apresentações em estreita colaboração com o respectivo arquitecto mas consistentes com as directrizes por si definidas de modo a obter-se uma unidade e coerência expositivas.
A exposição não só procura contribuir para o debate sobre a forma exterior dos museus mas também para chamar a atenção para os diferentes programas que as instituições concebem tendo em vista a satisfação dos seus públicos.


:: Concepção e coordenação Art Centre Basel, Basel, Suíça

:: Galeria 2 | CULTURGEST

:: Preço: 2 Euros (Bilhete único para as duas exposições)

::
Informações  21 790 51 55  culturgest@cgd.pt

Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Mapas Antigos

Para quem se interessa, para quem gosta ou para quem precisa de mapas antigos, aqui tem um index - em género de banco de imagens -  de um espólio vasto de mapas.
Podem servir para qualquer trabalho escolar, investigação, ou projecto gráfico revivalista, ou apenas por mero interesse.
Visitem e bons trabalhos.



MAPAS ANTIGOS

"Les Chefs"

Ver na Despensa

 

Hoje Temos

PETER ZUMTHOR - Edifícios...

O homem LEGO faz 30 aninh...

Um gnomo chamado Murphy

GINA.... o futuro

Edificio BIP by Alberto M...

Museu do Chocolate

UM FESTIVAL PINA BAUSCH

Chegou a MONSTRA!!!!

Nokia Morph Concept

The Fall of Frances Stark

Receitas Antigas

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Links Consumíveis

tags

todas as tags

Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


blogs SAPO